-
-
9 m
-2 m
0
10
21
41,05 km

8857 kere bakıldı , 163 kere indirildi

yer Superagui, Paraná (Brazil)

Travessia do Complexo Lagamar, localizado na divisa do litoral do SP/PR, iniciando no PN Superagui até a Vila de Marujá, na Ilha do Cardoso, totalizando pouco mais de 40 km.

Relato, fotos e dicas:
www.trilhasetrips.blogspot.com.br

View more external

kamp alanı

Camping do Pacheco - Dúvidas: www.trilhasetrips.blogspot.com.br

Waypoint

Pequeno trecho de trilha pela mata

kamp alanı

Residência e Camping do Sr. Coto - Dúvidas: www.trilhasetrips.blogspot.com.br

Feribot

Saída de barcos em direção à Cananéia

64 yorum

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 24.Oca.2013

    I have followed this trail  View more

    A grande dificuldade aqui não é técnica e sim física, especialmente em épocas de calor, por se tratar de um trecho longo de caminhada exposto ao sol.

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 24.Oca.2013

    Belíssimo trecho do litoral na divisa entre PR e SP. Há alguns anos fiz parte desta travessia. Sem dúvida uma ótima trip! Parabéns!
    Deveremos retornar a esta região em breve e realizar esta travessia, mas agora no sentido contrário (N-S).

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 25.Oca.2013

    Fala Getúlio, blz?
    Essa caminhada é super facil. O problema mesmo foi o intenso calor. E p/ piorar vc não encontra agua nesse trecho do Superagui.
    Boa sorte e tomara que peguem tempo nublado.
    Abcs

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 01.Şub.2013

    Olá Augusto! Blz!
    Em Superagui se acha água sim, em 3 ou 4 pontos em moradias isoladas ao longo da "costa leste". Os moradores caiçaras são sempre solícitos e fornecem, só pedir. O problema é às vezes não encontrá-los em casa, já que é comum se ausentarem (pesca, família, etc).
    Obrigado pelos votos. Abraço!

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 01.Şub.2013

    Fala Getúlio, blz?
    Nós nem percebemos que existiam casas por lá. A chuva forte não deu trégua e o tempo só foi dar uma melhorada quando chegamos no Sítio da D. Jandira.
    Ali paramos por alguns minutos para descansar, mas é bom saber que existe residencias de caiçaras ao longo daquela imensa praia.
    Abcs

  • Fotoğraf ARON FORCELLI

    ARON FORCELLI 29.Eki.2017

    Fala J. Augusto blz? Me tira 2 dúvidas por favor?
    Vocês atravessaram de barco o rio entre Superagui e o Cardoso?
    Quanto tempo demoraram o percurso total? To querendo fazer ao contrário e finalizando com a volta na Ilha do Mel...
    Obrigado!

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 30.Eki.2017

    Blz Arongf.
    Foi tranquilo cruzar do Superagui para o Cardoso, porque ali é uma Vila chamada Barra de Ararapira, formada em sua maioria por pescadores, então foi fácil conseguir um barco para nos deixar no Cardoso.
    Só nao sei se é sossegado conseguir barco no sentido inverso.
    Levamos 4 dias, mas aproveitamos bem a estadia no Superagui e no Cardoso.
    Se quiser fazer sem aproveitar as praias, creio que dê para finalizar essa travessia em 2 ou 3 dias.

    Abcs

  • Fotoğraf ARON FORCELLI

    ARON FORCELLI 31.Eki.2017

    Entendido, obrigado!

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 04.Nis.2018

    Lembro que fora de temporada pode ser difícil conseguir travessia de barco fazendo o sentido Superagui-Cardoso, principalmente devido ao fato de não existir mais a trilha que ligava o extremo norte da Praia Deserta e a Vila da Barra da Ararapira. O mar alterou substancialmente a linha e costa nas vizinhanças, inclusive obrigou a comunidade da Enseada da Baleia (sul da Ilha do Cardoso) a mudar de local, e antes disso, há alguns anos, engoliu a dita trilha que fazia a ligação.
    Ou seja, hoje, sem os telefones de barqueiros da região, pode-se chegar ao final da Praia Deserta e não conseguir barco para atravessar, pois ali geralmente não fica ninguém "esperando". Ao contrário, vindo do norte (Ilha do Cardoso) pode-se facilmente ajustar a travessia com um barqueiro na comunidade da Enseada da Baleia, ponto de passagem obrigatória com destino ao sul da ilha, para fazer a travessia até a Vila da Barra da Ararapira, ou até mesmo diretamente para a ponta norte da Praia Deserta, para dali prosseguir caminhando rumo sul, até a Vila de Superagui, de onde existem barcos diários de linha a Paranaguá e de onde também se consegue ajustar transporte para praticamente quaisquer outros pontos da região.
    Abraços!

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 05.Nis.2018

    Com tracklog de quase 10 anos muita coisa mudou, com toda certeza.
    É uma pena mesmo todo o final daquela Praia Deserta ter desaparecido.
    Lembro que caminhamos por um bom tempo pela praia até encontrar a trilha.
    Vai ajudar muita gente com essas infos atualizadas.
    Valeu mesmo.

    Abcs

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 05.Nis.2018

    Salve Augusto!
    Sim, plenamente compreensível. Toda trilha muda com o tempo.
    Então.. Essa mudança já tem um bom tempinho, é que a gente esquece de atualizar. Como acabei passando por lá há cerca de um mês, e passando aqui por acaso, lembrei e atualizei a informação, fresca na memória.
    Abraço!

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 05.Nis.2018

    É a Natureza mesmo viu Getúlio.
    Ali em Barra de Ararapira as ondas avançam para dentro do continente.
    Lembro que ao cruzarmos aquele trecho até a Ilha do Cardoso de barco tivemos que ir desviando dos bancos de areia.
    Obrigado mesmo pela atualização.
    Abcs

  • Fotoğraf danielribeirobranco

    danielribeirobranco 06.Mar.2019

    Penso em fazer esta travessia logo. Acham que seria possível fazer em dois dias, com apenas um camp no meio?

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 06.Mar.2019

    Sim, é possível fazer essa travessia em 2 dias, mas tem de pegar o barco bem de manhazinha, ou em Paranagua ou Cananéia, dependendo do trajeto que quer fazer.
    Mas é bem cansativo.

  • Fotoğraf danielribeirobranco

    danielribeirobranco 06.Mar.2019

    Entendo. A ideia seria chegar na vila, dormir por lá e começar a travessia no dia seguinte. Totalizaria 2 noites na ilha, mas somente 1 de camp. No caso seriam aproximadamente 20km por dia, em terreno totalmente plano, correto? Além da distância em si, viu alguma dificuldade de caminhar, como areia muito fofa, por exemplo?

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 07.Mar.2019

    Então vai sossegado.
    É quase o mesmo percurso que a gente fez.
    Só que preferimos pernoitar em Barra de Ararapira. Ficaria cansativo demais.
    A areia é fofa, mas dá para caminhar sem grandes dificuldades. É uma distancia grande mesmo, mas nada complicado.
    Só talvez ao chegar em Barra de Ararapira, já que a maré fez um grande estrago pouco antes de chegar na Vila.
    Veja nos comentarios do Getúlio acima.
    Ele fez essa travessia recentemente.
    No mais, boa sorte e prepare para muito Sol e nada de sombra.

    Abcs

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 07.Mar.2019

    Daniel:
    Saindo cedo, andando rápido e sem grandes paradas, faz em dois dias bem andados. Terreno 100% plano, mas com uma travessia de mar (barco) entre as ilhas (toma tempo) e uma travessia de rio na praia deserta (que a depender do horário e da maré pode tomar um tempinho também).
    Mais garantido, para 2 dias apenas, fazer no sentido norte-sul (saindo de Cananéia), para conseguir barco para a travessia entre as ilhas do Cardoso e Superagui, pois é caminho passar pela vila de pescadores (Enseada da Baleia) na Ilha do Cardoso e assim fácil conseguir barco para travessia.
    Saindo da Vila de Superagui teria que pegar os telefones de contato de barqueiros da Vila da Barra de Ararapira e torcer para o celular funcionar (e os barqueiros te atenderem) para acertar com alguém te atravessar no norte da Praia Deserta. Se optar por esta ultima opção, sugiro falar com o pessoal da Pousada Sobre as Ondas, na Vila de Superagui, que eles conhecem todo mundo e podem te indicar alguma pessoa e telefone para isso, mas sem garantia de sucesso, pois já soube de alguns que tentaram dessa forma e não conseguiram, pelos problemas acima.

  • Fotoğraf danielribeirobranco

    danielribeirobranco 07.Mar.2019

    Tenho o contato de um amigo na Ilha do Mel que pode fazer o resgate caso nenhum barqueiro nos atenda, mas seria uma opção para último caso mesmo. Muito obrigado J. Augosto e Getúlio. Infos extremamente úteis, principalmente o contato. Bora caminhar e ajudar a preservar esta natureza.

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 12.Haz.2019

    Blz Daniel.
    Estamos aí para ajudar.
    Abcs

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 12.Haz.2019

    Salve Daniel!
    Quem for fazer sentido Sul-Norte, passando pela Vila de Superagui, pode deixar combinado ou mesmo pegar bons contatos nas pousadas para fazer a travessia de barco entre a ponta norte da praia deserta de Superagui e a Ilha do Cardoso. Sugiro conversar com o "Carioca" da Pousada Sobre as Ondas, que conhece tudo e todo mundo por ali - telefone (41) 3482-7118. Mas o preço costuma ser salgado, especialmente na alta temporada de verão. Saindo da Ilha do Mel, imagino, pior ainda.

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 15.Haz.2019

    Blz Getulio.
    Qdo chegamos em Barra de Ararapira não tivemos dificuldade para conseguir um barco para cruzar o canal até o lado de SP.
    É uma Vila de pescadores e muita gente por lá possui barco.
    E pode ser mais barato que os que estão na Vila do Superagui.

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 17.Haz.2019

    Salve Augusto!
    O que você disse logo acima tinha sentido há anos atrás...
    O que me refiro AGORA (junho/2019), relembrando o que já mencionei acima em comentário de 04/04/2018, atualizando dados sobre a travessia, é que para quem vem do sul, sentido Superagui - Ilha do Cardoso (de Sul para Norte) atualmente NÃO CONSEGUE mais alcançar a Vila da Barra da Ararapira por terra pois a trilha não existe mais, foi engolida pelas marés. Ou seja, fica plantado no extremo norte da praia deserta, sem comunicação (nem mesmo visual) com a vila mencionada e, assim, não consegue dali pedir transporte para atravessar do extremo norte da praia deserta. Por isso importante ter essa logística alinhada ANTES de chegar no local, pois o celular ali não pega.

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 17.Haz.2019

    Para quem vem do norte, pela Ilha do Cardoso, a logística é mais fácil, pois passa por duas vilas de pescadores no trajeto, podendo alinhar com eles a travessia adiante, entre o extremo sul da Ilha do Cardoso e a Praia Deserta de Superagui, sem precisar passar pela Vila da Barra do Ararapira, vez que esta tornou-se um ponto de passagem sem sentido atualmente - tanto para quem vem do sul, quanto para quem vem do norte.

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 19.Haz.2019

    Blz Getulio.
    Entendi.
    Qdo passamos ali a maré já estava levando toda a encosta.
    Tivemos até a ajuda de um barqueiro para atravessar em um ponto, antes de chegar em Ararapira.
    Infelizmente com a construção daquele canal artificial as marés tem essa tendencia mesmo.
    Tá ficando muito caro essa travessia hein.
    Uma pena mesmo.
    Valeu pelas informações e esclarecimentos.

    Abcs

  • Fotoğraf Gustavo Garcia Sanches

    Gustavo Garcia Sanches 15.Eki.2019

    Olá Augusto e Getúlio, tudo bem?

    Eu to planejando fazer essa travessia agora final do ano e pelas informações atualizadas (não existir mais caminho por terra para Barra do Araripa) qual a sugestão de pernoite? Pois pelo que entendi se caminha até o final da praia deserta (já fiz essa trilha mas tem muitos anos, 2006) e de lá pegar um barco direto pra ilha do cardoso. Como passar pela Barra do Araripa se tornou dispensável por conta do percurso, o ideal é fazer como? Sabe me dizer as distancias, p.ex. da vila de Superagui até o final da praia deserta (onde se pega o barco pro cardoso) e depois o barco atravessaria e deixaria onde pra terminar a caminhada. Fiquei um pouco confuso com essas informações, se alguem puder ajudar eu agradeço.

    Forte abraço.

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 15.Eki.2019

    Salve Gustavo!
    Então.. Novas informações, recentíssimas, estão dando conta de que novamente se tornou possível alcançar o vilarejo de Barra da Ararapira (Norte de Superagui) por terra, eis que ao movimento das marés tornou a depositar areia no trecho que antes tinha sido engolido. Olhando as imagens de satélite recentes também corrobora essa informação.
    Todavia ainda não consegui confirmar isso 100%, então, por agora, vou ficar te devendo essa informação precisa.
    Estou para ir prá lá, provavelmente em novembro. Se for, passarei por lá e depois confirmarei aqui. Ou até mesmo antes, caso consiga essa informação de fonte 100% segura.

  • Fotoğraf Gustavo Garcia Sanches

    Gustavo Garcia Sanches 15.Eki.2019

    Poxa Getúlio, como sempre ajudando muito e de prontidão, muito obrigado mesmo.

    Eu vi algumas imagens de satélite e também achei na internet que a enseada da baleia sumiu completamente, esse trecho também não tem como mais passar por terra, é isso mesmo? Ai nesse caso teria que pegar o barco na barra da ararapira e atravessar para o cardoso direto?

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 16.Eki.2019

    Ola Gustavo.
    Complementando as informações do Getúlio, creio ser possível sim pernoitar em Barra de Ararapira.
    Até porque é um trecho longo desde a o Superagui até o extremo do Parque. Então se sair pela manhã lá dos campings chegará já no incio da tarde lá em Ararapira.
    O lugar é uma pequena vila de pescadores.
    Qdo passamos lá até existia um camping estruturado, mas preferimos ficar no quintal da casa do Sr Coto.
    Para usar os chuveiros quentes da residencia e também foi ele que nos levou para a Ilha do Cardoso, no barco dele.
    E acho que não terá dificuldades em encontrar informações atualizados com os próprios moradores ou donos de campings ou posadas sobre está o acesso a Barra de Ararapira.
    É um lugar muito procurado por bikers que vem da Ilha do Cardoso e seguem para Paranaguá, então não acho dificil encontrar informações atuais sobre campings e barcos para cruzar do PR até SP.

    Abcs

  • Fotoğraf Gustavo Garcia Sanches

    Gustavo Garcia Sanches 18.Eki.2019

    Oi Augusto, muito grato pelo retorno também. Vou aguardar as informações atualizadas do Getulio, mas de toda forma acho que dezembro vou passar por ali também. Já conheço a região, mas faz muito tempo que não vou então é sempre bom informações atualizadas. Uma dúvida que eu continuo é em relação aquele trecho que o mar invadiu da enseada da baleia, que inclusive no seu tracklog você fez por terra né. Mas ali na hora algum barqueiro deve dar o suporte necessário.

    Grande abraço!

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 21.Eki.2019

    Blz Gustavo.
    Quando saímos do Camping do Seu Pacheco, já tinham passado a informação de que tínhamos que ficar procurando o início da trilha que segue por terra e talvez seria complicado de encontrar.
    Perdemos alguns minutos ali e só saímos do mar quando não dava mais para continuar. Estava ficando um pouco mais fundo.
    Então é capaz que você terá de fazer isso também.
    Sei que tem uma casa de pescador, próximo a essa foz e onde paramos para tirar algumas fotos.
    É uma outra opção onde poderá encontrar informações sobre o melhor trecho para chegar em Barra de Ararapira.
    Boa sorte.

    Abcs

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 21.Eki.2019

    Olá pessoal!
    Complementando, em face das últimas considerações do Gustavo e do J. Augusto..
    Barra do Ararapira é (sempre foi) possível pernoitar sim, várias casas e campings na vila. A dúvida, ali, é o acesso por terra saindo do norte da praia deserta, já que há algum tempo atrás (última vez que ali estive foi em mar/2018) não era possível pela faixa de praia, que há tempos tinha sido engolida pelo mar. Só de barco. E de barco, melhor atravessar direto para a Ilha do Cardoso (pra quem faz a travessia partindo do sul, com destino à Ilha do Cardoso.
    Houve intenso movimento do mar na área, que engoliu a vila da Enseada da Baleia (na Ilha do Cardoso) e modificou a configuração do canal ao sul da Ilha do Cardoso. Pelas imagens de satélite atuais que analisei, aparentemente, mudou também algo na faixa de terra entre o norte da praia deserta e a Vila da Barra de Ararapira, dando mostras que o mar recuou um pouco ali. Talvez tenha voltado a ser viável o acesso por terra. Por isso a minha dúvida.
    Saudações!

  • Fotoğraf michelsouza

    michelsouza 21.Eki.2019

    Opa, no aguardo também de informações atualizadas.
    Pretendo ir no inicio do ano que vem.
    Já ouvi se falar muito dos acontecimentos por conta do mar ali na região tornando quase impossível por terra o alcance até Barra de Ararapira, então... tomará que seja real a info do gvogetta haha.
    E olhando nesse momento pelo Maps 2019, realmente percebe-se que há faixa de areia até B. de Ararapira, mais me ocorreu uma dúvida que ninguem comentou.
    E aqueles dois riozinhos antes de chegar em B. de Ararapira, como é atrevessar ali,... só pela maré baixa?

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 22.Eki.2019

    Como o Getúlio já disse anteriormente, as imagens do Google Earth mostram uma faixa de areia e são de 22 de fevereiro de 2019. Coisa bem recente.
    Com certeza o satélite deve ter passado e registrado o lugar em época de maré baixa.
    E quanto ao dois rios que o Michel comentou, lembro que não eram tão fundos. Dava para passar tranquilamente. O ideal é ir medindo a profundidade com algum galho ou bastão, já que a agua é bem escura.

  • Fotoğraf michelsouza

    michelsouza 22.Eki.2019

    J. Augusto
    É isso aí... Obrigado!!!

  • Fotoğraf Gustavo Garcia Sanches

    Gustavo Garcia Sanches 24.Eki.2019

    Olá pessoal;

    Como eu já estava em contato com um morador da ilha do cardoso para a reserva do camping para a virada do ano, eu já aproveitei e perguntei sobre a região ali da B. do Ararapira. Ele me passou informações atualizadas.

    Disse que ali naquela ponta da barra ao norte de superagui (eles chamam de barra norte) não tem passagem e que além dessa barra se formou a "barra nova", onde era a antiga comunidade da enseada da baleia. Me aconselhou a já pegar um barco na ponta da praia deserta de superagui direto para a ponta do marujá, na ilha do cardoso.

    Abraços.

  • Fotoğraf michelsouza

    michelsouza 24.Eki.2019

    Ah interessante Gustavo. Vlw por compartilhar a info. Abs

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 25.Eki.2019

    Oi Gustavo.
    Seguindo de barco até o Cardoso, vc vai perder o melhor trecho dessa travessia.
    Que é a caminhada por cerca de 22 Km por uma das praias mais longas do país, em todo o trecho de areia pelo Superagui.
    Tente obter mais informações com outras pessoas para talvez tentar seguir na caminhada.
    Abcs

  • Fotoğraf michelsouza

    michelsouza 25.Eki.2019

    J. Augusto
    Acho que o Gustava quis dizer é o que estamos tentando obter informações atualizadas que é saber se está sendo possível acessar a B.de Ararapira pra depois pegar o barco pro Cardoso.
    E pelo o que estou entendendo eu acho rs... hoje não está sendo possível infelizmente. Parece que o "fim da linha" é o final da B.Norte, e é ali a única solução pra pegar o barco pro Cardoso.
    Me corrigem se eu estiver errado.

  • Fotoğraf Gustavo Garcia Sanches

    Gustavo Garcia Sanches 27.Eki.2019

    Oi pessoal;

    É isso mesmo Michel. O J.Augusto entendeu errado.

    Segundo o morador da I. do Cardoso, o ideal é pegar o barco da ponta do superagui até o Marujá, no Cardoso. Nesse caso ainda se faz a caminhada toda da praia deserta do Superagui (a qual já fiz mas muito tempo atrás).

    Abraços.

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 28.Eki.2019

    Foi o que nós fizemos e o que eu já tinha comentado nos posts anteriores.
    Era relativamente fácil conseguir barco ali para o Cardoso.
    Na época além do Sr Coto, encontramos vários pequenos barcos de pescadores pela região.

    Valeu

  • Fotoğraf michelsouza

    michelsouza 29.Eki.2019

    Ok. Pessoal!

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 20.Kas.2019

    Salve pessoal!
    Informações novas. Fiz a travessia novamente agora no feriado de 15/nov. Partimos de Cananéia/SP, de voadeira (9h00) até o vilarejo do Marujá, na Ilha do Cardoso/SP. Dali perna! Descemos sentido sul, pela praia, até onde a ilha foi dividida. Estrago está grande ali, e o mar, na maré enchente continua atacando a restinga da Ilha do Cardoso, que estão progressivamente sendo engolidas. Uma visão chocante, barrancos de 2m de altura, caindo com a força das ondas onde antes havia 100m de faixa de areia.
    Voltamos um pouco ao norte, achamos alguns dos moradores da antiga Vila Rápida, que mudaram mais pro norte devido ao avanço do mar. Inclusive estão montando pousada e restaurante ali. Passamos de barco até a Vila da Barra do Ararapira, já em Superagui. De lá, após algumas conversas, tomamos outro barco para Superagui, até a ponta norte da Praia Deserta, pois nos falaram que a trilha antiga realmente não existe mais. Como o barco veio perto da faixa de "praia" pelo lado de Superagui, deu prá perceber que é possível andar pela faixa de areia (estreita), especialmente na maré baixa.
    O Sr. Mauro, nosso barqueiro (dono de pousada na Barra do Ararapira) comentou que na maré baixa passa tranquilo. Com a cheia fica difícil, especialmente no trecho que precisa atravessar um rio, aproximadamente na metade do caminho entre a ponta norte da Praia Deserta e a Vila da Barra do Ararapira. Segundo ele, na baixa, água na altura da cintura nesse rio, ou pouco menos, na cheia a correnteza ficaria muito forte para passar sem ter que nadar. Nos informou também que pelos bancos de areia que se formaram na barra ao sul da sub-ilha mais ao sul da Ilha do Cardoso, na maré baixa, se passa a pé desde Superagui. Vira um espelho d'água segundo ele. Quando passamos estava na cheia, mas deu pra perceber que os bancos de areia ali cresceram bastante. Mais tarde, na vila de Superagui, encontramos outra pessoa que veio da Ilha do Cardoso, de bike, e disse que passou na maré baixa pelos bancos de areia prá Superagui. Atravessou de barco do Cardoso "norte" até a ilha que restou mais ao sul (vão de quase 3 km) segundo ele, aberto pelo mar ao dividir a ilha.
    Aportando na Praia Deserta de Superagui, prosseguimos na caminhada até a D. Rosa (19h30) e, no dia seguinte, até a Vila de Superagui. Fizemos o trajeto em 2 dias, sendo o primeiro bem puxado (caminhamos direto das 10h30 às 19h30, com apenas 3 paradas - nos 2 trechos de travessia de barco e para um lanche reforçado após aportar na praia deserta.
    Vou postar a tracklog com as fotos e infos mais organizadas e detalhadas aqui no Wikiloc assim que tiver um tempo.
    Saudações!

  • Fotoğraf ARON FORCELLI

    ARON FORCELLI 21.Kas.2019

    Informações muito úteis...Farei novamente em janeiro (Perequê > Ilha do Mel) e estava curioso para saber como está o trecho onde a Ilha do Cardoso foi dividida...O camarada comentou 3 km de vão, mas medi pelo Earth e deu 1,3 km. Claro que isso é só para fins de curiosidade, pois independente da distância agora temos que passar de barco.

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 21.Kas.2019

    Olá Aron!
    A informação dos 3Km foi passada verbalmente por morador/barqueiro.
    Lembro que a imagem de satélite mais atualizada da área no Google Earth, salvo engano, é de mar/2019. Já se foram 8 meses desde então, e o avanço do mar está bem acelerado, sendo perceptível a olhos vistos, em ambos os lados da abertura que se formou na Ilha do Cardoso. De toda sorte, como você disse, o barco ali torna-se uma necessidade para travessia.

  • Fotoğraf ARON FORCELLI

    ARON FORCELLI 21.Kas.2019

    Olá gvogetta! Caramba, ta rápido o negocio então!! A nova iha que se formou logo deixará de existir se for nesse ritmo ou ficará bem pequena...Agora pra quem vem do Cardoso sentido Superagui, antes de chegar no vão que se formou, qual é a vila mais próximas e que eu consigo barco pra atravessar para o Pontal do Leste?

  • Fotoğraf michelsouza

    michelsouza 22.Kas.2019

    Da hora gvogetta.... Posta o tracklog pra nós então e nos avise quando puder.
    Nós agradecemos as informações atualizadas.

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 22.Kas.2019

    Aron, em resposta ao seu questionamento, sim, o negócio está acelerado. O mar está arrancando areia da
    porção (agora) sul da Ilha do Cardoso e lançando ao sul da ilhota que ficou, com tendência que ela se "emende" com Superagui. Daqui há alguns meses, ou anos, saberemos. Impressionante ver o mar batendo no barranco de areia onde se apoia a vegetação de restinga e arrancando tudo, pouco a pouco. Vimos isso "ao vivo e a cores". E a maré nem estava tão forte nos dias que ali passamos..
    Sobre barcos para travessia, a antiga Vila Rápida meio que se dispersou, há alguns moradores que ficaram com suas casas mais ao norte do ponto de divisão. Nessas casas é possível contratar um barco para a travessia. Andando pela praia "de fora" tem que ficar atento às entradas de trilhas que rumam da praia pro interior da ilha, geralmente visíveis da praia. Tem umas três antes da atual ponta sul da Ilha do Cardoso, todas levam a casas de moradores que possuem barcos (as casas ficam mais próximas do mar de "dentro").

  • Fotoğraf ARON FORCELLI

    ARON FORCELLI 23.Kas.2019

    Impressionante mesmo Getulio! A poucos meses antes do mar dividir, eu passei por ali na minha travessia...um fato histórico agora...

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 24.Kas.2019

    Ótimas informações.
    Vendo as imagens de satélite, que são de março/19, dá para ver o estrago causado pelas marés
    É bem capaz mesmo que a divisa PR/SP seja alterada e o PR ganhe um pouco mais de território.
    E da forma tao rápida que ta acontecendo isso não vai demorar.
    Quando fiz essa caminhada tive o privilegio de ainda não ter essa ilhota no final da Ilha do Cardoso.
    Uma pena as famílias tendo que se deslocar mais para o norte.
    Lembro muito bem que tinham inúmeras casas ali.
    Mas se formos ver a historia, aquele canal nunca deveria ter sido construído. Porem sem ele algumas vilas nem existiriam.
    Complicado né

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 25.Kas.2019

    J. Augusto,
    Não sei se existe correlação deste avanço da maré sobre a Ilha do Cardoso tem alguma correlação com o Canal do Varadouro. Desconheço estudos ali sobre isso, mas dada sua posição, a princípio não vejo muita ligação. E o Varadouro é um canal bem antigo, de baixa profundidade, não sei se ele seria capaz de influenciar tanto o movimento de marés daquela região.
    Na Ilha do Mel, por outro lado, movimento parecido ocorrido há alguns anos atrás, que também quase a dividiu em duas, foi identificado como consequência dos processos de dragagem e aprofundamento do Canal da Galheta, para acesso de maiores navios ao Porto de Paranaguá.
    Só para terem ideia, comparando imagens de satélite e trajetos de outras duas travessias minhas, anteriores, de 2013 e de 2015, o mar avançou mais de 120m sobre as praias na Ilha do Cardoso em 6 anos.
    E naquele trecho que se vê na imagem do Google Earth ao sul da Ilha do Cardoso (hoje ainda com imagem de satélite de março/2019), agora em novembro, superpondo o tracklog de nossa caminhada, observa-se que o mar levou 430m ao sul. Ou seja, dá uma média de mais de 60m de avanço por mês naquele trecho.
    Segue o link do meu álbum de fotos para quem quiser verificar o estrago.
    https://photos.app.goo.gl/suUfsHo3MJ5nctSZ9

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 28.Kas.2019

    gvogetta.
    É fato.
    Tudo o que você altera na natureza, com o decorrer do tempo isso trará consequências.
    Respeito muito a sua opinião, mas discordo dela.
    Existe uma correlação sim.
    O surgimento dessa nova Barra ali na Ilha do Cardoso tem sim o dedo do homem.
    Estudei durante 7 anos Geografia na USP e fiz algumas disciplinas optativas da área de Oceanografia e sempre li nos livros que alterando cursos de rios, abrindo ou alargando canais você altera toda a dinâmica das marés, da velocidade do curso do rio, do processo natural de erosão, da deposição dos sedimentos trazidos pelos rios, etc...
    Alguns casos a profundidade não é importante.
    O Varadouro tens uns 70 anos e acho que até demorou para surgirem alterações nessa região decorrente da sua criação.
    Iguapé é um exemplo do que pode acontecer devido a ação do homem.
    Pediria para você dar uma lida nesse link:
    https://www.infraestruturameioambiente.sp.gov.br/institutoflorestal/2016/08/estudo-avalia-as-consequencias-da-alteracao-do-curso-de-um-rio/

    Creio que daqui a alguns anos com a deposição de sedimentos ali no antiga barra, se conseguirá cruzar do PR para SP sem precisar de barco. Aquela ilhota que se formou ali vai se ligar naturalmente ao PR.

  • Fotoğraf ARON FORCELLI

    ARON FORCELLI 28.Kas.2019

    Pessoal, sobre o canal do Varadouro, eu assisti um documentário que fala sobre a contrução do mesmo, transformando Superagui em Ilha...Minha dúvida é se o canal que vem de Cananéia e passa por trás de Ilha do Cardoso também foi feito pelo homem. Acredito que não...
    J Augusto, pelo que você diz, a ligação do Varadouro com o canal da Ilha do Cardoso, pode ter influenciado na divisão da ilha?

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 29.Kas.2019

    Salve J. Augusto!
    Então meu caro, não discordei de sua posição, o que eu quis evidenciar é que talvez (me parece, inclusive com base em leitura de vários estudos especializados sobre o assunto) seja muito "mais provável" e "mais direta" ali (Ilha do Cardoso e Superagui) a influência do sucessivo alargamento e do aprofundamento do Canal da Galheta (Porto de Paranaguá), mais ao sul, do que as influências potencialmente geradas pelo Canal do Varadouro.
    Digo dessa forma porque sei que é difícil falar, em sede de geociências, em causa e efeito diretos, considerando que as variáveis de cada fenômeno geológico são numerosas e interagem entre si de modo não linear.

    Não tenho formação específica em geologia, geografia ou oceanografia, mas sei que existem diversas correlações possíveis, sim. Inclusive com o Canal do Varadouro, como você mencionou. Todavia, a minha suspeita maior sobre o Canal da Galheta além das leituras referidas, vem de conhecimento e observação (ainda que empíricos) acumulados em mais de 40 anos, pois desde muito criança conheço e convivo com aquela região toda. Meus pais tiveram casa à beira mar na Ilha do Mel muitos anos, bem na região do seu istmo, e assistimos e vivemos na pele (coincidência, será??!!) as fortes modificações ocorridas no entorno de toda a Ilha do Mel e Ilha das Peças (primeiramente) quando das primeiras dragagens mais intensivas no Canal da Galheta, no final dos anos 70 e início dos 80. Essas duas ilhas foram as primeiras diretamente muito afetadas logo depois dessa enorme movimentação no leito oceânico deste canal. Talvez, e muito provavelmente, não apenas pelo aprofundamento do próprio canal, mas pela forma e locais onde se deram as deposições dos sedimentos (sobretudo areia) retirados do leito do canal. Depois, sucessivamente o Canal da Galheta foi sendo alargado e aprofundado, visando sempre aumentar o calado para navios cada vez maiores que transitam em nossos portos para o transporte de petróleo e grãos.
    A este respeito sugiro ler, exemplificativamente:
    1) http://www.iap.pr.gov.br/arquivos/File/Planos_de_Manejo/EE_Iha_do_mel/item3_encarte3.pdf
    2) https://acervodigital.ufpr.br/bitstream/handle/1884/45817/D%20-%20ANTONIO%20CONCEICAO%20PARANHOS%20FILHO.pdf?sequence=1&isAllowed=y

    Para reflexão, sobre os fenômenos erosivos recentes na Ilha do Cardoso (e de deposição em Superagui), muito intensificados nos últimos 2 anos, saliento que o Canal da Galheta teve dois grandes processos de dragagens recentes, em 2017 e 2018. Coincidência? Não me parece.. Enquanto isso, o Varadouro está lá, bem quietinho, desde que foi aberto.
    Abraço!

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 29.Kas.2019

    Salve Aron!
    Sobre o que você questionou em seu post, também não acredito que o canal entre Superagui e a Ilha do Cardoso tenha sido aberto por obra humana, e essa crença se apoia principalmente, além de antigas referências de moradores e pescadores locais, no fato de que mapas muito antigos da região já retratavam esse canal.

    Apenas o Varadouro foi aberto de forma artificial, e ainda assim ele "quase" já era um canal natural, pois vinha sendo "construído" desde os anos 1820.

    Sugiro assistir este documentário:
    https://www.youtube.com/watch?v=YTWkM-fJ178

    Abraço!

  • Fotoğraf ARON FORCELLI

    ARON FORCELLI 29.Kas.2019

    Getulio! Pois é, nunca ouvi falar que foi obra humana, mas me surgiu a dúvida devido ao Varadouro e tb pela divisão da ilha...Foi esse documentário mesmo que assisti. Muito bom!

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 01.Ara.2019

    Blz ARON
    O canal que vem de Cananeia é natural, tanto é ele segue por meandros.
    Em um canal artificial, eles retificam o traçado para que fique quase que em linha reta. Ou próximo disso.
    A abertura do Varadouro jogou muito sedimento ao longo de todo o trecho até chegar no canal de Ararapira.
    O Varadouro fez aumentar a velocidade da água e consequentemente trouxe muito sedimento, afetando toda as bordas do canal de Ararapira, que resultou na erosão.
    Olhando nas imagens de satélite dá para ver o assoreamento logo depois da confluencia dos 2 canais.
    Isso aos longo de vários anos faz com que a erosão se concentre mais do lado da Ilha, do lado esquerdo do canal.

  • Fotoğraf ARON FORCELLI

    ARON FORCELLI 01.Ara.2019

    Blz J. Augusto.
    Entendido agora! Valeu pela informação!!

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 03.Ara.2019

    Blz gvogetta
    Concordo também com que as alterações feitas pelo homem no estuário do lado do PR com certeza influenciaram no depósito de sedimentos e na erosão do Ilha do Mel.
    Já a abertura do Canal do Varadouro teve pouca influencia no lado PR.
    Porém no lado de SP o canal é estreito, chegando até próximo da foz e ali ele teve influencia maior, que resultou numa erosão do canal de Ararapira.
    Se for olhar imagens de satélites antigas verá que essa erosão é sempre do lado da ilha do Cardoso (margem esquerda), principalmente na Enseada da Baleia.
    Comparando as cartas topográficas antigas e imagens de satélite atuais dessa região dá para ver nitidamente a largura do Varadouro e como é atualmente. E esses sedimentos foram sendo levados
    A erosão no Canal de Ararapira foi diminuindo a largura da ilha e numa ressaca anos atrás, abriu-se essa nova Barra.
    Mas não foi natural essa erosão. É fenômeno que vem ocorrendo há vários anos
    Na biblioteca online da USP encontrei inúmeros livros e teses sobre o assunto Ararapira e os processos erosivos.

    http://dedalus.usp.br/F/39P27MKLLQJR87AFLPCYT2X9LHSB7GPV7667LYPVT6JBYHSDX1-05542?func=full-set-set&set_number=023940&set_entry=000002&format=999

    http://dedalus.usp.br/F/39P27MKLLQJR87AFLPCYT2X9LHSB7GPV7667LYPVT6JBYHSDX1-24581?func=full-set-set&set_number=024045&set_entry=000004&format=999


    Abcs

  • Fotoğraf Gustavo Garcia Sanches

    Gustavo Garcia Sanches 04.Ara.2019

    @gvogetta Muito obrigado pelas informações atualizadas.

    Estou ainda agora dia 26 para superagui e depois pretendo pegar pela praia deserta sentido cardoso. Pelo visto então o único jeito mesmo, nesse sentido contrário, vai ser caminhar toda a praia deserta e pegar um barco na ponta da praia deserta já para o maruja. É isso, certo?

    Abraços!

    PS parabéns pelas ricas contribuições cientificas, hehe.

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 04.Ara.2019

    Salve J. Augusto!
    Como disse antes, não discordo dos seus argumentos.
    Grato pelas informações, inclusive fiquei curioso sobre o teor dos estudos mencionados, já que não encontrei nada a respeito, pena que o acesso aos links (trabalhos citados) é restrito a pessoal com senha no Sistema de Bibliotecas da USP. Se puder compartilhar os mesmos de outra forma, gostaria muito de ler esse material.
    Fato é que, certamente, a natureza cobra nossas intervenções sobre o ambiente. Difícil é precisar exatamente as consequências de cada uma delas.

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 04.Ara.2019

    Olá Gustavo!
    Segundo informações, na maré baixa já é possível caminhar a pé na ponta norte da Praia Deserta de Superagui até a ilhota sul da antiga Ilha do Cardoso, dali prosseguir pela praia até onde a ilha se dividiu. Ali, encontrará casas e pescadores locais com barcos que poderão fazer a travessia para a parte norte da Ilha do Cardoso ou outros pontos desejados.

  • Fotoğraf Gustavo Garcia Sanches

    Gustavo Garcia Sanches 05.Ara.2019

    Fala Getulio.

    Muito obrigado pela informação.

    Abraços!

  • Fotoğraf Trilhas e trips

    Trilhas e trips 07.Ara.2019

    Desculpa aí gvogetta.
    Quando acessei os links aqui, eles estavam disponíveis. E conseguia ler sem problemas.
    Tanto é que nos textos encontrei menções a erosão do Canal de Ararapira e aos sedimentos vindo do Canal do Varadouro.
    Agora que cliquei novamente nos links, ele pede senha. Estranho.

    Consegui os links em pdf e agora acho que estão disponíveis.
    Achei interessante também textos sobre a história da Ilha do Cardoso e vou colocar o link aqui também. Achei mais de 1 centena:
    https://teses.usp.br/teses/disponiveis/21/21133/tde-01072008-102612/publico/BibianaMESTRADO.pdf

    https://teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44132/tde-22062015-135301/publico/Tessler_Doutorado.pdf

    https://teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64134/tde-15092008-135834/publico/Doutorado.pdf

    https://teses.usp.br/teses/disponiveis/106/106132/tde-14072016-173800/publico/DALAMA_GONZALEZ.pdf


    Abcs

  • Fotoğraf gvogetta

    gvogetta 09.Ara.2019

    Salve J. Augusto!
    Grato pelos links! Vou ler e, eventualmente comentar adiante.
    Abraço!

You can or this trail