Janio Felix Filho

Janio Felix Filho

73

Biografia


O escritor, poeta, contista, cronista, romancista e ativista cultural, Jânio Felix Filho, nasceu no dia 25 de fevereiro de 1973 na cidade de Lages, no Rio Grande do Norte, berço onde se criou e viveu a infância e adolescência à beira-mar. No entanto, tem sua naturalidade registrada como filho de Jaru, Rondônia, constando como nascido no ano de 1980, tal fato se deu por conveniências particulares vividas por seus pais, na época da exploração da borracha.
Jânio é o primeiro filho do agricultor José Felix Filho, nascido em 12 de abril de 1943, na cidade de Lages, no Rio Grande do Norte e de Maria da Silva Felix, nascida em 08 de dezembro de 1956 em Cuiabá, no Mato Grosso. Seus pais viveram juntos por mais de quatro décadas e durante quase vinte anos levaram uma vida sossegada e dedicada ao campo, em uma propriedade rural localizada na comunidade São Pedro, na Rodovia Transamazônica, distante 45 quilômetros da cidade de Itaituba. Mas, infelizmente, seu genitor descobre ser portador de uma doença no coração.
Depois de mais de dezenove dias de tratamento na cidade, na UTI de um hospital em Santarém, o senhor José seria transferido para fazer o implante de um marca-passo. Entretanto, na manhã do dia 24 de abril de 2011, veio a falecer, nos braços do filho, vítima de uma parada cardíaca. Deixou mulher, quatro filhos e nove netos.
Aos oito anos de idade, Jânio foi raptado nas margens do rio Madeira por índios que, de certa forma, foram sua família, pois viveu com eles até seus doze anos de idade, quando então foi encontrado por valentes capangas comandados pelo temido capitão Pedro Rebolo, que enfrentava os furiosos indígenas que protegiam suas florestas e seringais.
Na infância, Jânio foi um garoto muito sensível e nervoso, também não era lá grande coisa como estudante. Quando cursava o primário seus pais já faziam planos de enviar-lhe à faculdade, mas, quando chegou a época, acabou sentando praça no Exército. Contudo, antes de iniciar a carreira militar, quando tinha apenas 18 anos de idade, conheceu e ficou perdidamente apaixonado por uma jovem de 19 anos, seu primeiro caso amoroso, e acabou fazendo um casamento precipitado.
Na juventude, trabalhou como guia turístico na cidade de Natal e após alguns anos mudou-se para o bairro Candelária, centro da capital, onde foi Office Boy, na Receita Federal, por alguns meses. Diante da crise e do desemprego foi obrigado a dançar na noite e trabalhar como barman em uma boate de luxo, exclusiva para mulheres, tudo para custear suas despesas pessoais.
Iniciou a carreira de escritor e poeta no Mural Cultural de Natal, quando teve publicado seu primeiro livro, O diário de uma colegial. Nessa ocasião teve seu talento reconhecido e passou a escrever semanalmente na gazeta da escola, na coluna Correio Sentimental, onde relatava, em forma de poesia, suas desilusões amorosas e abordava diversos outros assuntos interessantes aos estudantes do colégio. Escreveu nessa coluna até sua partida para o Pará, em 1993.
Durante mais de duas décadas de jornadas pela Amazônia, o escritor, poeta e ativista cultural realizou diversos trabalhos de cunho social e cultural em defesa dos direitos humanos, igualdade social, justiça, conservação e proteção da biodiversidade do ecossistema no bioma das florestas.
Em suas frequentes viagens sempre mantinha contato direto com o povo indígena, ribeirinhos e colonos nos municípios-polo da BR 163 e Rodovia Transamazônica, ao longo das margens dos rios Tapajós e Amazonas, nos aldeamentos Tapajós e Teles Pires. As atividades abrangiam a entrega de donativos e a realização de palestras e seminários, além de doações de livros, jornais e revistas para fomentar a educação regional da sociedade na Amazônia.

Üye yana Ekim 2017

  • Itaituba

    10,75 kilometre - Orta zorlukta

    yer  Itaituba, Pará (Brazil)

    Fotoğraf Itaituba
  • 20.02.2019

    8,31 kilometre - Orta zorlukta

    yer  Itaituba, Pará (Brazil)

    Fotoğraf 20.02.2019
    Fotoğraf 20.02.2019
    Fotoğraf 20.02.2019
  • Itaituba

    5,73 kilometre - Orta zorlukta

    yer  Itaituba, Pará (Brazil)

  • Itaituba

    5,17 kilometre - Orta zorlukta

    yer  Itaituba, Pará (Brazil)

  • Eu e Wagner

    6,96 kilometre - Orta zorlukta

    yer  Itaituba, Pará (Brazil)

  • Itaituba

    5,13 kilometre - Orta zorlukta

    yer  Itaituba, Pará (Brazil)

  • Janio Bigode

    5,51 kilometre - Orta zorlukta

    yer  Itaituba, Pará (Brazil)

  • Fazenda desconhecida

    77,15 kilometre - Orta zorlukta

    yer  Itaituba, Pará (Brazil)

    Fotoğraf Foto
    Fotoğraf Foto
  • Orismar dentista

    48,48 kilometre - Orta zorlukta

    yer  Tamanqueira, Pará (Brazil)

    Fotoğraf Foto
    Fotoğraf Foto
    Fotoğraf Foto
  • Terras lote madeirinha

    3,73 kilometre - Çok zor

    yer  Barreira, Pará (Brazil)

    Fotoğraf Foto
    Fotoğraf Foto